top of page

Jesus e o mundo




Vós sois a luz do mundo[1], afirmou o Mestre de Nazaré.

Onde estais a buscar a fonte de energia para cumprir tal função?

Sabeis que todos os mananciais energéticos requerem o esforço paciente e perseverante para servirem ao objetivo a que se destinam.

No mundo disseminam-se recursos de sobra para converter-vos em focos luminosos na sociedade em sombra, que tendes o dever de transformar.

Luzir é, por vezes, se submeter como o diamante bruto ao buril das dificuldades. É se deixar impor a forja do tempo e o calor das adversidades para que aflorem os melhores potenciais para clarear caminhos vossos e alheios.

A luz interior que tendes de manter alimentada pelos nutrientes da vontade e do trabalho no bem é, não raro, quase extinta em decorrência do labor inadequado nas oportunidades oferecidas pelo mundo, começando pela interpretação equivocada dos sentimentos, ações e emoções dos que caminham convosco na esfera do cotidiano.

Ser luz é um entendimento diferenciado daqueles que alentam as massas.

Ser luz é a palavra que consola e pacífica diante das hordas da agressividade.

Ser luz é desvendar o filho de Deus como ouro precioso entre a ganga de cascalhos, traduzida na transitória inferioridade humana.

Não esqueçais: a luz somente é perceptível quando a sombra se estabelece, ou ela não tem razão de ser. Dizem dessa realidade as estrelas cintilando na vastidão das noites.

Então, por que vos revoltais ao serdes chamado para luzir nas trevas? Combatei-as, mas com a vossa luz, não com a revolta que sempre alimentará as sombras, porque delas tem a mesma natureza.

É a vossa presença, luz que tornará a Terra o mundo de homens regenerados.

Enquanto a escuridão ainda campeia nas trajetórias humanas, aproveitai-a para exercitar a vossa meta maior: “Ser luz”.

Ser luz é escolher caminhar ao lado de Jesus.

Não deixeis o vosso lume fenecer. Retirai do mundo os combustíveis para nutri-lo ou as forças para conduzi-lo à extinção.

Escolhei a luz, porquanto dela vieste e para ela retornareis um dia.


Reunião do dia 14 de maio de 2008.

Grupo Ivone Pereira

Hospital Espírita de Porto Alegre

Médium: MEB


Referência: [1] Mateus 5:13

Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square