INFÂNCIA E JUVENTUDE

“Uma Instituição Espírita representa uma equipe de Jesus em ação e, como tal, deverá concretizar seus sublimes programas de iluminação das almas, dedicando-se com todo empenho à evangelização da infância e da mocidade.”

Bezerra de Menezes

 

“Não descuidemos da sementeira divina; Preparemos o dia de amanhã! O tempo é chegado. O senhor muito espera de nossas almas compromissadas com o infinito na tarefa abençoada de instalar na terra o reino de Amor e de Luz!”

Francisco Spinelli

A Área de Infância e Juventude da FERGS é a área responsável por coordenar, orientar e incentivar, em âmbito federativo estadual e de acordo com as diretrizes nacionais da área, as ações relacionadas a evangelização espírita infanto-juvenil no estado do Rio Grande do Sul.

Entende-se por Evangelização Espírita toda a ação voltada ao estudo, prática e difusão da Doutrina Espírita junto à criança e ao jovem. Por ser Jesus o guia e modelo para a Humanidade, seu Evangelho constitui roteiro seguro para a formação de hábitos e caracteres orientados ao bem e à construção da paz. Conforme expõe Bezerra de Menezes (1982), "[...] a tarefa de Evangelização Espírita infanto-juvenil é do mais alto significado dentre as atividades desenvolvidas pelas Instituições Espíritas, na sua ampla e valiosa programação de apoio à obra educativa do homem. Não fosse a evangelização, o Espiritismo, distante de sua feição evangélica, perderia sua missão de Consolador [...]." (Sublime Sementeira, FEB, 2012).

A ação evangelizadora, inspirada na formação integral da criança e do jovem, contempla o conhecimento doutrinário, o aprimoramento moral e a transformação social, tendo como finalidade a vivência da máxima do Cristo – o Amor a Deus, ao próximo e a si -, e como objetivo primordial a formação do Homem de Bem. O êxito da tarefa vincula-se aos esforços empreendidos na qualidade doutrinária, relacional, pedagógica e organizacional que perpassam as ações desenvolvidas pelos inúmeros e dedicados evangelizadores nos diferentes rincões do País.

Entre as atribuições da área estão as de promover a campanha permanente de evangelização espírita, participar do processo de construção coletiva das Diretrizes Nacionais e do Plano de Trabalho para o Movimento Espírita Brasileiro da Área de Infância e Juventude juntamente com as outras federativas estaduais e a Coordenação da Área de Infância e Juventude do Conselho Federativo Nacional da Federação Espírita Brasileira, zelar pela preservação dos princípios doutrinários, pela qualidade pedagógica, organizacional e pelo zelo relacional.  Compõem a coordenação da Área de Infância e Juventude do estado do Rio Grande do Sul todos os diretores da área das regiões federativas.

A área é composta por duas coordenações:  Coordenação de InfânciaCoordenação de Juventude.

Competem às coordenações da Área: dinamizar o Movimento Espírita da Infância e Juventude na Federativa Estadual, estimular, apoiar e orientar a realização de cursos de formação de evangelizadores na rede federativa, através dos órgãos de unificação regionais, bem como na realização de Encontros de Infância e Confraternização de Juventude nas regiões federativas, além de incentivar o protagonismo infanto-juvenil nas atividades do Movimento Espírita do RS. As coordenações representam a Federativa Estadual nos eventos regionais, inter-regionais, estaduais e nacionais de Infância e Juventude. O Núcleo de Bebês também compõe a Coordenação de Infância e sua competência é estimular, apoiar e orientar, com ênfase na implantação, o trabalho de evangelização da criança pertencente a faixa etária dos 0 aos 2 anos de idade, na rede federativa estadual, através dos órgãos de unificação regionais.  A Coordenação de Juventude também estimula a criação dos grupos de juventudes nas Uniões e/ou Conselhos Regionais Espíritas, observando as orientações da Área de Infância e Juventude da FERGS para sua organização, formação e desenvolvimento das respectivas atividades, bem como estimular as lideranças para a inserção do jovem no trabalho federativo e no Centro Espírita.

A Área da Infância e Juventude da FERGS tem por objetivo difundir no Movimento Espírita Estadual os seguintes princípios norteadores:

  • A concepção de criança e de jovem como Espírito imortal, biopsicoespiritual, reencarnado em um contexto sócio-histórico-cultural, e com potencialidades e necessidades em fase de aperfeiçoamento, e como protagonista em seu processo de desenvolvimento moral e aprimoramento espiritual;

  • A necessidade de se intensificar a implantação e a implementação de grupos de Evangelização Espírita da Infância nos Centros Espíritas, garantindo às crianças e jovens espaços de efetiva participação, estudo e confraternização;

  • A busca pela qualidade crescente da tarefa da Evangelização Espírita, contemplando o zelo doutrinário, relacional, pedagógico e organizacional;

  • A necessidade de fortalecer a participação das crianças e jovens e sua integração nas atividades do Centro Espírita e do Movimento Espírita;

  • A organização de eixos estruturantes e integradores de todas as ações junto às crianças e jovens, contemplando: conhecimento doutrinário, aprimoramento moral e transformação social;

  • A concepção de evangelizador como espírito comprometido com seu aprimoramento moral, com sua formação continuada e com a qualidade da tarefa de evangelização.

  • O papel do evangelizador, com destaque à sua constante preparação e estudo, bem como ao seu perfil de liderança, dinamismo, integração, afetividade, criatividade, dedicação, comunicação, disciplina, flexibilidade, compromisso e exemplificação;

  • O zelo com a ambiência (considerando os ambientes físico e espiritual) e a organização de estratégias metodológicas alinhadas aos princípios da Doutrina Espírita e adequadas e atrativas ao público infantil, que despertem seu interesse, motivação, aprendizado e desenvolvimento, estimulando o autoconhecimento, o autoaprimoramento e a construção de sua autonomia;

  • O investimento simultâneo nos diferentes Espaços de Ação com a Criança e o Jovem: espaços de estudo doutrinário e vivência do Evangelho; de convivência familiar; de vivência e ação social; de confraternização; de comunicação social; de integração nas atividades do Centro e do Movimento Espíritas;

  • A importância do compromisso da família em promover a formação moral da criança e do jovem e o fortalecimento permanente dos vínculos de afeto, cooperação, respeito e aprendizado coletivo;

  • A atenção ao Plano de Trabalho do Movimento Espírita Brasileiro e da Área de Infância e Juventude do Movimento Espírita Brasileiro em vigência, e demais documentos oriundos do Conselho Federativo Nacional e da Área de Infância e Juventude, como instrumentos norteadores das ações que promovem a estruturação e a dinamização da tarefa, a formação de trabalhadores, a organização e o funcionamento no Centro Espírita, e a dinamização das ações em âmbito federativo.

  • Compreende-se como protagonismo a participação ativa do indivíduo e o engajamento em seu processo de desenvolvimento, aprendizagem e ação social, buscando contribuir, gradativamente, com seu meio, contando com o apoio e orientação de pessoas mais experientes.

CAPÍTULO IV

DOS ÓRGÃOS DE EXECUÇÃO

DA VICE-PRESIDÊNCIA DOUTRINÁRIA

SEÇÃO II

Art. 101 – A Área de Infância e Juventude é o órgão da Diretoria Executiva da Federação Espírita do Rio Grande do Sul encarregado de coordenar, orientar e incentivar, em âmbito federativo estadual, as ações direcionadas à Evangelização Espírita da Infância e da Juventude, de acordo com as diretrizes nacionais da Área, visando à preservação dos princípios doutrinários, pela qualidade metodológica e pelo zelo relacional, indispensáveis à prática evangelizadora.

Art. 102 – É competência da Coordenação da Área de Infância e de Juventude:

I – promover a Campanha Permanente de Evangelização Espírita;

II – participar do processo de construção coletiva das Diretrizes Nacionais e do Plano de Trabalho para o Movimento Espírita Brasileiro na área da Infância e Juventude juntamente com as outras federativas estaduais e Coordenação DIJ FEB/CFN.

Parágrafo Único – São integrantes da Coordenação da Área de Infância e Juventude da Federação Espírita do RS todos os Diretores desta Área, das regiões federativas com os quais serão realizadas, no mínimo, 03 reuniões presenciais por ano, para planejamento e compartilhamento das atividades.

Art. 103 – A Área de Infância e Juventude será constituída por dois setores:

I – Setor de Infância;

II – Setor de Juventude.

Art. 104 – Ao setor de Infância compete:

I – dinamizar o Movimento Espírita da Infância na Federativa Estadual;

II – estimular, apoiar e orientar a realização de cursos de formação de evangelizadores de infância na Rede Federativa, através dos Órgãos de Unificação Regionais;

III – estimular, apoiar e orientar a realização de Encontros de Infância nas regiões federativas;

IV – representar a Federativa Estadual nos eventos regionais, inter-regionais, estaduais e nacionais de Infância.

Art. 105 – Compete ao Setor de Juventude:

I – coordenar o Movimento de Evangelização da Juventude na Rede Federativa:

II – participar da construção coletiva de diretrizes nacionais para a Juventude Espírita e trabalhar ativamente para a sua implantação no estado do Rio Grande do Sul;

III – articular as lideranças do Movimento Espírita Juvenil nas regiões federativas;

IV – coordenar eventos estaduais de confraternização de Juventude;

V – incentivar o protagonismo juvenil nas atividades do Movimento Espírita do RS;

VI – estimular a criação dos Grupos de Programações Juvenis nas Uniões e/ou Conselhos Regionais Espíritas, observando o regulamento geral e as orientações da Coordenação do Setor Juventude da Área de Infância e Juventude da FERGS para sua organização, formação e desenvolvimento das respectivas atividades;

VII – estimular as lideranças espíritas para a inserção do jovem no trabalho federativo e no Centro Espírita;

VIII – estimular, apoiar e orientar a realização de cursos de formação de evangelizadores de juventude na Rede Federativa, através dos Órgãos de Unificação Regionais;

IX – Representar a Federativa Estadual nos eventos regionais, inter-regionais, estaduais e nacionais de Juventude.

Fonte: Regimento Interno da FERGS

Fergs, um século de luz.

Contato/Localização

Travessa Azevedo, 88 Floresta Porto Alegre, RS 90.220-200

Redes

Ativo 7.png
Ativo 4.png
Ativo 6.png

Fone: (51) 3224.1493

Caixa Postal 4715

NÚMERO DE VISITANTES

© 2020 Área de Comunicação Social Espírita da Federação Espírita do Rio Grande do Sul