5.3 As lições dos Mestres de Cidade Esperança nos protegem contra o suicídio



Tratemos da ociosidade.


A segunda parte da resposta da Questão 943 já nos lembrava que aquele que usa suas faculdades com fim útil e de acordo com as suas aptidões naturais não verá no trabalho nada de árido e a vida inclusive escoaria mais rapidamente.


Ora, não há como sermos ociosos quando trabalhamos; e trabalho é tudo o que seja útil para nosso crescimento espiritual e dos demais que nos cercam. Aconselha-nos Gabriel Salum a listarmos nossas atividades, as prioridades que nos movem e os valores que nos são caros.

Contemplemos cada uma delas. Meditemos sobre elas, pois: “Tudo quanto possa surgir nessa auscultação interior que não se traduza em fonte de aperfeiçoamento intelecto-moral e de utilidade para a evolução individual e coletiva será para nós causa de sofrimento e de instabilidade, constituindo-se potencialmente em impulso suicida” (SALUM, Gabriel, Fé na vida, Porto Alegre: Francisco Spinelli, 2017).


Procuremos ser úteis, pois existem infinitas atividades que permitirão exercitar o trabalho efetivo no bem. Sejamos úteis no nosso ambiente de trabalho, trazendo em nós e para nós o Reino de Deus no relacionamento com os colegas e chefias. Busquemos o trabalho voluntário (nos Centros Espíritas, no CVV, nas APACs, nos hospitais, nas escolas, nos asilos, nos presídios, etc., etc.). Desempenhemos com zelo toda e qualquer atividade, sempre sem qualquer expectativa de recebermos algo em troca. A ociosidade não se fará presente, pois estaremos muito ocupados sendo úteis.


(continua)


Imagem:

Artista: Carl Henrich Block - 1873

Capela do Castelo Frederiksborg - Dinamarca

Fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Gethsemane_Carl_Bloch.jpg

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Fergs, um século de luz.

Contato/Localização

Travessa Azevedo, 88 Floresta Porto Alegre, RS 90.220-200

Redes

Ativo 7.png
Ativo 4.png
Ativo 6.png

Fone: (51) 3224.1493

Caixa Postal 4715

NÚMERO DE VISITANTES

© 2020 Área de Comunicação Social Espírita da Federação Espírita do Rio Grande do Sul