top of page

Método Pomodoro como Estratégia Inclusiva




Sonia Hoffmann


Pomodoro é uma estratégia bastante eficiente aplicada ao gerenciamento de tempo para a execução das atividades de trabalho, estudo, leitura e quantas mais alguém se proponha a fazer, mas para a qual não consegue manter a concentração necessária ou está constantemente adiando. Embora não tenha sido encontrado algum relato vinculando esta estratégia a ações inclusivas, nenhum motivo impede sua adoção com quem vivencia algum transtorno ou dificuldade para manter-se sem distrações naquilo proposto.

Esta técnica foi criada pelo italiano Francesco Cirillo, no final da década de 1980, recebendo este nome porque o cronômetro utilizado por ele tinha o formato de um tomate. Esta metodologia consiste na divisão do tempo em períodos de 25 minutos para a pessoa desenvolver, na íntegra ou por etapas, um plano de trabalho. O intervalo entre um ciclo Pomodoro e outro é de cinco minutos para seu descanso, fazer alguma outra ação como beber água ou qualquer outra atividade sem a urgência de interromper o ciclo. Após quatro ciclos de 25 minutos, a pausa será de vinte a trinta minutos. Quando oito ciclos forem realizados, o tempo para o reinício da programação será de uma a duas horas, se houver a necessidade de uma continuidade.

A base da técnica está no incentivo de intensificação da agilidade mental a partir de pausas frequentes, disciplinadas e previamente informadas para a pessoa com dificuldade de concentração. Na perspectiva inclusiva, pode-se pensar no ajuste do tempo dentro das possibilidades de cada pessoa (reconfigurando, personalizando e flexibilizando), no uso de temporizador com formato e som agradável para alertar o encerramento do ciclo e da pausa, a escolha da atividade de intervalo (como desenhar, pequeno passeio, brincadeira favorita ou qualquer outra predileção do seu interesse).

Importante é que a pessoa se conscientize quanto ao tempo de foco, evitando tarefas ou ocupações paralelas, talvez menos desafiadoras ou de mais satisfação, porque, se isto acontecer, o ciclo deve ser novamente iniciado. Esta é outra informação a ser combinada com a pessoa, pois assim ela toma conhecimento do quanto adiamentos na execução de algo sem haver justificativa ou urgência, poderá afetar sua concentração ou seu sucesso.

A estruturação em blocos de tempo de trabalho e pausa favorece a auto-organização, a objetividade, a otimização temporal, o encorajamento da prática de algo que aparentemente poderá ser mais complicada se não souber seu início e término, a criação de um ambiente mais tranquilo e seguro.

A seleção, listagem e ordenação de importâncias presentes na tarefa, a previsão do tempo a ser utilizado, a preparação de sinalizações e outros recursos (como lembretes, programação da tarefa, por exemplo), instrumentos a serem usados (computador, lápis, livro, papel, por exemplo), organização do ambiente (iluminação, mobiliário...) são requisitos fundamentais para o bom êxito da execução de uma atividade na gestão do ciclo. O intervalo de pausa também pode ser planejado para evitar a dispersão e garantir o retorno ao ciclo (ouvir música, avaliar o trabalho realizado, consultar os indicativos da tarefa, conferir as novas etapas, alimentar-se, rever as metas, visualizar o progresso...). Assim, a sincronia tempo, espaço e tarefa trazem para a pessoa mais confiança e transmite a mensagem de um desempenho mais confortável, com autonomia e orientação, sem a necessidade de sentir-se em fadiga mental e organizacional.

A quantidade de ciclos Pomodoro variam de acordo com as características da tarefa e da pessoa. Com a continuidade da aplicação da técnica, a pessoa vai adaptando-se mais eficientemente, mantendo melhor atenção naquilo a ser realizado e possibilita priorização mais adequada. A eliminação de elementos para possível desconexão com a realização da atividade igualmente torna-se conhecida, evitando-se interferências daquilo que possam prejudicar o bom andamento e a dinâmica (como chamadas telefônicas, cumprimentos e interação com outras pessoas ou animais...).

Portanto, o método Pomodoro facilita em todos os âmbitos e em diferentes situações a compenetração de alguém e colabora na própria auto estima porque alguém compreende ser capaz e funcional no seu dia a dia.

Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square