top of page

Estudo e troca de experiências marcam a reunião ordinária do Fórum das Entidades Especializadas do Movimento Espírita do RS


No dia vinte e sete de abril (sábado), pela manhã, ocorreu a primeira reunião ordinária do ano do Fórum das Entidades Especializadas do Movimento Espírita do Rio Grande do Sul. O fórum, sob a coordenação da Fergs, reúne para o diálogo e intercâmbio de experiências representantes de entidades como a Associação Jurídico-Espírita do Rio Grande do Sul (AJERGS); Associação Brasileira dos Magistrados Espíritas (ABRAME); Cruzada dos Militares Espíritas - Núcleo de Porto Alegre; Associação dos Divulgadores do Espiritismo do Rio Grande do Sul (ADE-RS) e Associação Médico-Espírita do Rio Grande do Sul (AMERGS). 


Na ocasião, dentro de uma programação de estudos estabelecida para esse ano, a reunião on-line contou com a exposição realizada por Alexandre Fontes da Fonseca, da Assessoria de Ciência e Pesquisa Espírita da União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo (ACPE - USE), entidade federativa daquele estado. Alexandre também é membro da Liga de Pesquisadores do Espiritismo (LIHPE), editor do Jornal de Estudos Espíritas, e  Professor Associado do Instituto de Física Gleb Wataghin da Universidade Estadual de Campinas (IFGW/UNICAMP). A ACPE – USE tem como principal objetivo fomentar o trabalho de pesquisa no movimento espírita e oferecer apoio e orientação a pessoas, grupos ou centros espíritas interessados em realizar trabalhos ou projetos de pesquisa espírita, em quaisquer dos aspectos do Espiritismo naquele estado.

A explanação sobre o tema "Espiritismo, Ciência e Ciência Espírita" partiu de conceitos como Ciência e Ciência Espírita. Igualmente, o expositor trouxe para estudo ponderações de Allan Kardec acerca do futuro do Espiritismo e sobre o plano de organização através do qual o codificador propôs a criação de uma comissão central para administrar e representar a Doutrina Espírita em seus interesses quanto à sua própria unidade e progressividade, aspectos fundamentais para o desenvolvimento da Ciência Espírita e a prevenção de cismas no âmbito do movimento espírita. Após a fala de Alexandre os participantes do Fórum compartilharam ideias e fizeram perguntas que muito contribuíram com a oportuna reflexão. A próxima reunião deste Fórum está prevista para treze de julho, com o tema O que podemos fazer pelo livro espírita?, a ser desenvolvido na mesma metodologia por Rosi Possebon, Diretora da Área do Livro da Fergs.



Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page