Semeando Espinhos - 2º parte


Comumente chamamos a nós antigos companheiros de aventuras infelizes, programando-lhes a volta em nosso convívio, a prometer-lhes socorro e oportunidade, em que se lhes reedifique a esperança de elevação e resgate, burilamento e melhoria. Criamos projetos, aventamos sugestões, articulamos providências e externamos votos respeitáveis, englobando-nos com eles em salutares compromissos que, se observados, redundarão em bênçãos substanciais para todo o grupo de corações a que se nos vincula a existência. Vida e Sexo – Emmanuel – F.C. Xavier

Na sua impassível trajetória, a Lei Divina ainda oportunizou aos calcetas a chance de refazer os caminhos, mediante o encaminhamento de um dos mais renhidos adversários do par adúltero à escola da Terra.

Os sinais de uma gravidez indesejada começaram a trazer a noção de que não passariam indenes das responsabilidades, nos cometimentos infelizes que patrocinaram.

Não havia como imputar a prenhes ao marido. Há muitos meses se ausentara em campanha. Surpresa e temerosa, Madelleine buscou o amante para deliberações e, na sua alma feminina, acalentava a esperança de continuarem juntos ante a nova vida que os uniria para sempre. Imaginava que um filho poderia consagrar-lhes a união, embora tivessem de enfrentar o marido, iriam para longe, teriam seu lar e assim apagariam o adultério em torno do berço do pequenino ser que santificaria seus erros.

Que ilusão! O sarcasmo, a frieza que dele recolhera ao dar a notícia foi um punhal cravado, profundamente, na sua emotividade.

O infeliz sedutor jogara-lhe à face, sem meias palavras, estar comprometido com uma condessa, herdeira de grande fortuna, consórcio que o guindaria a posição de destaque na corte.

Lembrou-o, em vão, das inúmeras vezes em que ele a desafiara a segui-lo e quando ouvia dela a recusa, a indecisão, reputava-a sem coragem, covarde, sem forças para assumir o que sentia. Ferdinand ao ouvi-la, repetindo esses colóquios, limitou-se a dizer que assim testava a sua força de sedução e que se divertia com a aflição de uma bela mulher, dividida entre ele e o sagrado compromisso do casamento.

Foi com os olhos nublados pela torrente incontrolável de lágrimas que ela contemplou o sorriso cínico e a expressão sarcástica a recomendar-lhe a conhecida curandeira schwarzen, que segundo ele “apagava os rastros de loucura, provocados pela paixão humana.”

Não sabia precisar se lhe doía mais o medo de ser descoberta pelo marido ou se a desilusão causada pelo gesto daquele a quem se entregara sem peias, esquecida até dos mais sagrados laços assumidos.

continua...

O texto acima é parte de uma história cujos capítulos serão publicados, nesta coluna, todas as sextas-feiras.

#bethbarbieri

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Fergs, um século de luz.

Contato/Localização

Travessa Azevedo, 88 Floresta Porto Alegre, RS 90.220-200

Redes

Ativo 7.png
Ativo 4.png
Ativo 6.png

Fone: (51) 3224.1493

Caixa Postal 4715

NÚMERO DE VISITANTES

© 2020 Área de Comunicação Social Espírita da Federação Espírita do Rio Grande do Sul