Encontro Estadual de Unificação (2016)


Ocorreu neste sábado, 29 de outubro, na Sede da Federação Espírita do Rio Grande do Sul, o Encontro Estadual de Unificação, com a participação de quase 160 pessoas. O objetivo do evento foi despertar o interesse para o estudo e a vivência dos princípios da Unificação, tema, conforme a percepção dos oficineiros, ainda carente de ser estudado em profundidade nas instituições espíritas do estado. Para a harmonização do ambiente, o evento contou com a realização de uma prece cantada, realizada por Júlia e Thiago, voluntários da Sociedade União faz a Força e integrantes do Grupo Nós, de Canoas, e uma peça teatral conduzida por jovens voluntários da Sociedade Espírita A União Faz a Força e da Casa Espírita Fraternidade, de Canoas. A programação da parte da manhã seguiu com os agradecimentos iniciais realizados por Gabriel Salum, presidente da FERGS, o lançamento de uma edição especial da revista “A Reencarnação” sobre “União e Unificação”, uma oficina plenária realizada por Maria Elisabeth Barbieri, sobre o trabalho em rede e um painel do expositor carioca Álvaro Chryspino, que apresentou o tema “a espiritualidade e os valores de Unificação, o que os espíritos companheiros dizem aos companheiros espíritas que ficaram?”. Beth Barbieri, na apresentação da manhã realizou reflexões sobre as mudanças e quebras de paradigmas a partir da análise realizada por Kardec sobre a comissão central e a necessidade permanente de unir as lideranças e trabalhadores na busca de reflexões sobre essa ação e seus rumos, propondo uma percepção horizontal com o trabalho em rede. Já Álvaro Chryspino, apresentou uma série de referenciais trazidos de obras espíritas acerca do movimento espírita e a forma como se organiza, ressaltando que, a partir de uma análise realizada ao longo dos anos dentro do movimento espírita brasileiro, há uma carência de estudo aprofundado nas instituições espíritas sobre como o movimento se organiza. Após isso, Álvaro trouxe uma sequência de chamamentos dos espíritos aos companheiros espíritas que ficaram. A relação dos sete chamamentos está contida em um artigo do expositor na nova edição da revista “A Reencarnação”. A metodologia do Encontro não parou por aí, seguindo no período da tarde com o detalhamento, em grupo, de cada chamamento abordado na parte da manhã, sob a condução de quase vinte oficineiros que se dividiram ao longo de sete locais diferentes, na sede da Federativa, para uma sequência de reflexões e diálogos, apresentando, em seguida, as propostas de cada grupo. E para completar o ciclo de reflexões do dia, Gabriel Salum realizou uma exposição sobre o tema “Apascenta as minhas ovelhas”, a partir da passagem de Jesus quando do diálogo com Simão Pedro, enfatizando a necessidade emergente de acolher cada companheiro de trabalho no Movimento Espírita, mantendo as mãos estendidas, apascentando e sendo apascentado pelo amor e a caridade.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Fergs, um século de luz.

Contato/Localização

Travessa Azevedo, 88 Floresta Porto Alegre, RS 90.220-200

Redes

Ativo 7.png
Ativo 4.png
Ativo 6.png

Fone: (51) 3224.1493

Caixa Postal 4715

NÚMERO DE VISITANTES

© 2020 Área de Comunicação Social Espírita da Federação Espírita do Rio Grande do Sul