• FERGS

Divaldo participa de bate-papo com jovens no Congresso


A manhã deste domingo (05), foi especial para os jovens que participaram do 9º Congresso Espírita do RS. Os jovens congressistas receberam com música e muita alegria o médium e orador Divaldo Pereira Franco para um bate-papo sobre temas variados. Medo da morte, ansiedade, fé, homossexualismo e relações entre pais e filhos, estiveram na pauta do encontro. A atividade integrou a programação do 2º Espaço Jovem no Congresso. As perguntas foram compiladas, com base nas discussões feitas entre os jovens durante as oficinas deste sábado (04).

Com relação à Transição Planetária, Divaldo chamou a atenção que, infelizmente, grande parte dos jovens acabam se contagiando pelo mal, pelos vícios e pelas más condutas, ao invés de se contagiarem para o bem. “Muitos jovens repetem hábitos danosos. O maior contágio deve ser o da saúde, da alegria e do bem proceder”, disse Divaldo. “Não se deve fazer o que é agradável aos outros, e sim o que sabemos que está certo e que será bom para nós. Apele para Deus sempre que tiver dúvidas. Nas situações difíceis que enfrentares, apele para Deus”, continuou.

Sobre os momentos de aflições e tormentos, o médium frisou a importância de se direcionar o olhar e saber que a trajetória terrena é feita de momentos alegres e tristes. “Na vida, temos duas janelas: a da tristeza e a da alegria. Quando estamos olhando a vida através de uma, não podemos esquecer que existe a outra.” Divaldo Pereira Franco.

A questão da homossexualidade também foi abordada durante o bate-papo. Divaldo disse que a serenidade e o equilíbrio são as ferramentas necessárias para o bem proceder em todas as situações da vida. “A homossexualidade é um fenômeno orgânico. Não se trata de vício ou castigo, mais de uma experiência evolutiva.”

Entre uma resposta e outra, sempre permeadas por muitas risadas, Divaldo contou histórias de sua infância e de situações difíceis da sua vida. E confidenciou aos jovens que sempre encontrou da prece e na fé na providência divina, sua fortaleza. “Não esqueçam de orar. Orar é vincular a sua alma a Deus. Antes de qualquer decisão. Ore. Silencie profundamente que ouvirás a respostam para as suas aflições.”

Brenda Moreira, de 20 anos, estava emocionada e feliz por ter participado da atividade com Divaldo. “Foi muito profundo e mexeu com sentimentos que infelizmente ainda temos. Adorei estar com ele. Este Congresso está perfeito. Transformador”, disse Brenda. Da mesma forma, Yuri Souza, 17, disse estar vivendo momentos sublimes. “É muito bom estar aqui. Saímos renovados. Cada evento é melhor que o outro”, falou.

Ao término do bate-papo, Divaldo Franco, deixou uma mensagem de otimismo aos jovens. “Não estrague a sua juventude com comportamentos perturbadores que não valem a pena. Ser jovem espírita é abraçar o Cristo em gênero, número e grau. Agradeçam a todas as renúncias que fazes em detrimento do bem. Paguem o preço que for. Valerá a pena. Vale muito a pena. Se uma porta se fechar, lembrem-se que existem mais 99”, disse Divaldo com seu sorriso largo.


0 visualização

Fergs, um século de luz.

Contato/Localização

Travessa Azevedo, 88 Floresta Porto Alegre, RS 90.220-200

Redes

Ativo 7.png
Ativo 4.png
Ativo 6.png

Fone: (51) 3224.1493

Caixa Postal 4715

NÚMERO DE VISITANTES

© 2020 Área de Comunicação Social Espírita da Federação Espírita do Rio Grande do Sul