NOTÍCIAS

Desencarnação de Apolinário Schmitz

Comunicamos a desencarnação de Apolinário Schmitz que, por muitos anos atuou em nossa federativa em trabalho dedicado, tendo estado à frente da Área Doutrinária da FERGS anos atrás. A Federação Espírita do Rio Grande do Sul externa seus votos de consolo à família, com desejos de que todos tenham os corações afagados pelo amor do Cristo. Rogamos à espiritualidade por um abençoado retorno à Pátria Espiritual deste querido irmão.

FERGS passa a contar com auditoria externa

A Federação Espírita do Rio Grande do Sul, com o objetivo de conferir ainda mais transparência à sua administração, passa a contar com uma auditoria externa de demonstrações contábeis. A empresa que realizará tal serviço será a Baker Tilly Brasil. Apesar de não haver obrigatoriedade de tal verificação, de acordo com o estatuto da instituição, a atual gestão julga que são necessários esforços perenes no aprimoramento da prestação de contas da federativa para o Movimento Espírita Gaúcho. Ademais, o presidente Gabriel Salum destaca que "o serviço de auditoria externa aumenta a credibilidade da instituição, facilitando a captação de recursos financeiros junto a organizações governamentais e enti

Siá Tonha - cap. VIII

Aliás, o esquecimento ocorre apenas durante a vida corpórea. Volvendo à vida espiritual, readquire o Espírito a lembrança do passado; nada mais há, portanto, do que uma interrupção temporária, semelhante à que se dá na vida terrestre durante o sono, a qual não obsta a que, no dia seguinte, nos recordemos do que tenhamos feito na véspera e nos dias precedentes.[1] Refeita do choque inicial Antonia voltou a ter a visão ativada, em novo momento. Aqueles instantes traziam do passado sentimentos e recordações dolorosas, em movimento de catarse para que a compreensão e o autoperdão se fizessem, liberando a alma dos antigos cativeiros por ela engendrados nos tormentosos equívocos cometidos. A sequê

Fergs no 16º Fórum Nacional de Arte Espírita

A Assessoria de Arte da Federação Espírita do Rio Grande do Sul, através de sua assessora Márcia Albuquerque, esteve presente no 16º Fórum Nacional de Arte Espírita, que realizou-se entre os dias 20 e 22 de junho de 2019, em Teresina/PI, tendo como tema central "Arte Espírita e o Despertar da Consciência". O evento realizado pela Associação Brasileira de Artistas Espíritas (Abrarte), em parceria com a Federação Espírita Piauiense (FEPI), reuniu em clima fraternal coordenadores e lideranças de grupos de arte espírita, associados da Abrarte e dirigentes espíritas de 13 unidades federativas. O Fórum agregou, portanto, interessados na prática da arte no ambiente espírita, com o intuito de promov

Juventude gaúcha participa da Conbraje Nacional

“[...] Confrades e organizações visitados, pois, vibram nesta hora um só desejo e almejam um só objetivo e finalidade. Passam a constituir elos de uma mesma corrente que se fortifica pelo trabalho construtivo, buscando, num princípio de ordem fraternal, conjugar os esforços nas labutas comuns, a fim de que se consolide na obra consumada a missão superior que foi destinada ao Brasil, [...]” Francisco Spinelli (Transcrito por Duílio Lena Bérni, em Brasil, mais além! Cap. 24, item E as bênçãos vieram fartas.) Jovens corações gaúchos estão unidos aos irmãos de mocidades das 27 Federativas estaduais para a Confraternização Brasileira de Juventudes Espíritas, em Brasília/DF. Os filhos das terras d

Siá Tonha - cap. VII

Começou pela parte VII? Leia os capítulos em sequencia: Capítulo I Capítulo II Capítulo III Capítulo IV Capítulo V Capítulo VI “Qual o fim objetivado com a reencarnação? Expiação, melhoria progressiva da Humanidade. Sem isto, onde a justiça?” (KARDEC, 2018) Aquela manhã do ano de 1750 iniciou com uma neblina densa e o frio cortante. Eugênia espiava pela janela da alcova, quando Manuel chegou e subiu as escadas, saltando os degraus de par em par, fazendo-os estalar como se fossem se partir, demonstrando a pressa que dele se apossava. Ela também deu meia-volta para ir ao encontro do marido, o que não foi necessário, porque o homem adentrou, ruidosamente, no cômodo, dizendo em altos brados: -As

Siá Tonha - cap. VI

Começou pela parte VI? Leia os capítulos em sequencia: Capítulo I Capítulo II Capítulo III Capítulo IV Capítulo V Antonia sentia-se, a cada período que transcorria na colônia, mais jovem e percebia que os seus traços fisionômicos se alteravam substancialmente. Notava que o rosto, as mãos, todo o seu corpo, adquiriam uma aparência bem cuidada, embora mantivesse a tez cor de âmbar escuro que caracterizava os mestiços, não tinha mais o tom encardido, nem a textura rugosa e crestada de sol que compunha a aparência de Siá Tonha. As lembranças começavam a voltar lentamente, assim como as cenas de lugares e pessoas que por vezes a surpreendiam, pois sítios tão diferentes daqueles de onde viera, mas

Notícias em Destaque
Notícias Recentes
Arquivo
Procurar por tags

Fergs, um século de luz.

Contato/Localização

Travessa Azevedo, 88 Floresta Porto Alegre, RS 90.220-200

Redes

Ativo 7.png
Ativo 4.png
Ativo 6.png

Fone: (51) 3224.1493

Caixa Postal 4715

NÚMERO DE VISITANTES

© 2020 Área de Comunicação Social Espírita da Federação Espírita do Rio Grande do Sul