NOTÍCIAS

Diretora da FERGS participa de encontro da área doutrinária no Paraná.

A Federação Espírita do Paraná (FEP), realizou nos dias 27, 28 e 29 de abril, o primeiro Encontro Inter-regional de Coordenadores da Área do Atendimento Espiritual no Centro Espírita. Estiveram presentes integrantes das inter-regionais: leste, centro e metropolitana, com o objetivo de capacitar coordenadores e multiplicadores, fortalecendo a aproximação das UREs e das INTERs com a FEP. O evento foi realizado no Recanto Lins de Vasconcellos, em São José dos Pinhais, Paraná. Helena Bertoldo da Silva, Diretora da Área do Atendimento Espiritual no Centro Espírita, da Federação Espírita do RS foi uma das oficineiras do evento coordenado por Maria Rabel e equipe. Participaram aproximadamente 63 pe

FERGS realiza primeira reunião de trabalho, com visitação e criação do programa de necessidades espe

A Federação Espírita do RS (Fergs) firmou convênio com a Faders para implementação de um projeto de acessibilidade em sua sede. No dia 18/04 foi realizada a primeira reunião de trabalho, com visitação e criação do programa de necessidades. Estiveram presentes (da esquerda para a direita) - Rogerio Stello, vice-presidente administrativo da Fergs; Maíra Azambuja, arquiteta e vice coordenadora do Saber Ambiental da Fergs; Ana Flávia Beckel Rigueira, da coordenação de acessibilidade e Eva Loreni de Castilho, coordenação de capacitação- ambas da Faders. Igualdade de acessos, convívio saudável, inclusivo e feliz- estas são nossas metas.

Efeméride: lançamento de O Livro dos Espíritos

Originalmente publicado em 1857, O Livro dos Espíritos marca o nascimento da Doutrina Espírita e inicia o conjunto de cinco publicações que formariam a Codificação Espírita organizada por Allan Kardec. Considerado o Consolador Prometido por Jesus Cristo, o Espiritismo apresenta um novo caminho e a crença de que a vida continua após a morte. Texto fundamental para conhecer e estudar a Doutrina Espírita, O Livro dos Espíritos traz 1.019 perguntas, sobre diversos temas, feitas por Kardec com as respectivas respostas dos companheiros espirituais, permitindo que possamos conhecer e entender inúmeras ações que nos acompanham diariamente. Fonte: www.febnet.org.br

MEMÓRIAS DE UM SUICIDA – Parte 3.3 – As lições de Epaminondas de Vigo

A descrição psicológica de Epaminondas é de um homem com rigidez de costumes, virtudes inatacáveis, energia inquebrantável e atitude varonil. Mas, acima de tudo, um gigante da oratória. Camilo explica que “o emérito educador auxiliava-nos a esfolhar a própria consciência”. Tarefa árdua e ao mesmo tempo apavorante, pois desnudava o estudante perante os demais, revelando suas fraquezas e quedas, equívocos e sofrimentos. Porém, igualmente mostrava força e soerguimento, acertos e alegrias. O aspecto científico da verdade seria também desvelado. Podem, dessa forma, ser divididas as lições de Epaminondas em dois grandes eixos. O primeiro eixo trata da necessidade de nos conhecermos e a segunda da

Desencarna Walter Oliveira Alves, grande divulgador do Espiritismo

Compartilhamos a informação recebida pelo Instituto de Difusão Espírita (IDE) sobre a desencarnação de um dos seus mais atuantes colaboradores na área da evangelização infanto-juvenil, Walter Oliveira Alves, na madrugada de hoje (11), com velório previsto para às 15h, no cemitério municipal de Araras. O querido companheiro é autor de diversos livros sobre educação do espírito e organizador do curso para evangelizadores de grande relevância, haja vista, já contar com mais de 30 anos de existência.

Desencarna Soveral Pelufo, ex-vice-presidente da FERGS

Informamos a todos a desencarnação de nosso irmão e ex-vice-presidente Soveral Pelufo. A família realizará o velório no cemitério São Vicente, Canoas/RS, capela 7, a partir das 7h da manhã e o enterro ocorrerá às 16h30min, no cemitério Santo Antônio, Canoas/RS. Roguemos a Deus e a Jesus que nosso irmão seja amparado em seu retorno à Verdadeira Pátria e que sua família seja envolvida em bênçãos de paz e esperança.

Páscoa e nós

“Ao ouvirem ‘ressurreição dos mortos’, uns zombaram e outros disseram: A respeito disso te ouviremos também outra vez” - Atos 17:32 A imagem do Mestre redivivo após o terceiro dia de sua morte infame na cruz ficou gravado na memória de todos aqueles que presenciaram tal fato. A dúvida, porém, surgiu ainda no domingo de Páscoa. Tomé afirmou que “Se {eu} não vir em suas mãos a marca dos cravos, {não} puser o meu dedo na marca dos cravos e {não} puser a minha mão em sua pleura, não crerei”[1]. Impressiona partir de Tomé a incredulidade diante da afirmação dos demais apóstolos no sentido de que haviam visto o Senhor vivo. Como pode tal postura? Tomé era um dos 12 discípulos, acompanhou diariame

MEMÓRIAS DE UM SUICIDA – Parte 3.2 – As lições de Epaminondas de Vigo

Porque brilhava em meio de trevas queimaram-no em fogueira pública, provando, mais uma vez, seu devotamento ao Senhor Jesus de Nazaré.[1] Epaminondas possuía feições de um ancião, cujas barbas brancas que desciam até a cintura imprimiam aspecto de venerabilidade à sua personalidade, como se estivesse na presença de um daqueles patriarcas nos retratam ou diante de um faquir indiano experimentado em virtudes e ciências através das mais austeras disciplinas.[2] Após 2 anos de preparação da parte filosófica com Aníbal de Silas, em que os alunos são encorajados a avançar, encontram-se os mesmos habilitados para desvendar a verdade com Epaminondas. (continua) REFERÊNCIAS: [1] É digno de nota que a

Notícias em Destaque
Notícias Recentes
Arquivo
Procurar por tags

Fergs, um século de luz.

Contato/Localização

Travessa Azevedo, 88 Floresta Porto Alegre, RS 90.220-200

Redes

Ativo 7.png
Ativo 4.png
Ativo 6.png

Fone: (51) 3224.1493

Caixa Postal 4715

NÚMERO DE VISITANTES

© 2020 Área de Comunicação Social Espírita da Federação Espírita do Rio Grande do Sul